11 de junho - Um só coração

June 11, 2017

Você já parou para pensar que os vídeos que normalmente nos emocionam, são vídeos relacionados à família?

Quando um casal em crise se perdoa e volta a ficar junto, ou quando pai e filho superam as diferenças e são amigos, ou quando irmãos passam momentos de adversidade unidos, enfim, casos como estes são todos inspiradores. Mostra que eles decidiram lutar pela família e se esforçaram pela sua unidade e comunhão.

A palavra comunhão na Bíblia é koinonia que significa: acordo, harmonia, uniformidade em ideias, em opiniões, etc., e é muito incentivada na Palavra de Deus, afinal só é possível ter um relacionamento de sucesso, quando há unidade.

No ambiente familiar, é absolutamente normal acontecerem momentos de divergências de opiniões, como: aonde tirar férias, qual carro comprar, o que comer no almoço, ou até mesmo qual filme assistir juntos e etc. Conversar respeitosamente até chegarem a um consenso comum é o melhor caminho para que a comunhão e o diálogo não fiquem prejudicados.

 

Que tal um ano o marido escolher onde serão as férias e no outro ano a esposa? Que tal um dia deixar um filho escolher o que quer assistir na TV e no outro dia, o outro filho escolhe?

A vida em família é feita de pequenas coisas, e decisões como estas, podem ser acertadas coerentemente("...o amor não busca os seus próprios interesses. - I Co.13:4).

 

No caso de permanente desacordo entre o casal, cabe ao esposo tomar a decisão final (Ef.5:22-28).  Sabemos que um homem de Deus, ama a sua esposa, portanto, a ouvirá atenciosamente e só não cederá a sua ponderação, em caso de resoluta convicção. E que uma esposa que é mulher de Deus, se mesmo após ter exposto a sua opinião, for contrariada, não baterá de frente com o seu marido, mas buscará a Deus, que é o cabeça dele, para que uma possível mudança de planos ocorra. Da mesma maneira, em respeito, os filhos devem agir com os seus pais (Ef.6).

 

A busca pela unidade deve ser contínua dentro do

lar. Se respeitarmos o modo que Deus instituiu as autoridades na família e formos flexíveis sempre que possível, a comunhão  reinará em nossa casa!

 

 

 

"...se há entranhados afetos e misericórdias, completai a minha alegria, de modo que penseis a mesma coisa, tenhais o mesmo amor, sejais unidos de alma, tendo o mesmo sentimento. Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo." (Filipenses 2:1-3)