30 de junho - Divórcio, uma escolha furada!

June 30, 2017

Tive uma colega na escola de inglês, que dias antes do seu casamento, me segredou: "Mairla, eu vou me casar e vamos tentar ficar juntos.  Se não der certo, é simples, a gente se separa!". Ela já entrou na união, com o "plano B" arquitetado.

Não a vi depois deste tempo, mas posso praticamente afirmar, que  hoje ela não está mais casada. Por que? Porque a porta do divórcio estava aberta em seu casamento, antes mesmo dele começar.

Depois de 25 anos de relacionamento com meu esposo, confesso que se tivéssemos este "plano B", certamente não estaríamos mais casados. Graças a Deus, que já conhecíamos os princípios bíblicos e  nos casamos com a seguinte determinação: "Estamos certos da nossa decisão de ficar juntos e vamos fazer este negócio dar certo, custe o que custar!".

Logo, nas inúmeras adversidades que passamos, o divórcio nunca foi uma opção legítima. Lacramos esta porta, antes de nos casarmos e em momentos de crise, encontramos outras saídas para os problemas que nos ocorrerão. A ajuda de Deus e a nossa decisão, nos fez chegar até aqui.

 

Em 2010, foi instituído no Brasil, o divórcio direto. De acordo com a Emenda Constitucional número 66: “O casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio”. Desta maneira, os casais podem se divorciar a qualquer momento, sem precisar obedecer a prazos ou comprovar a culpa pelo fim do casamento. É descomplicado, rápido e biblicamente falando, desastroso.

Não é porque muitas pessoas e até a lei da nossa nação acham o divórcio algo normal, que vamos achar.

Como filhos de Deus, precisamos procurar viver de acordo com os Seus princípios e valorizar mais a constituição do céu, do que a da terra. Deus afirma em Sua Palavra: “Eu odeio o divórcio”, diz o Deus de Israel. (Malaquias 2:16).

No Novo Testamento, existem apenas 2 liberações para caso de divórcio e falamos sobre este assunto com mais profundidade em nosso livro Divórcio e Novo Casamento. No entanto, fora estas 2 ressalvas, um casal, nunca deve cogitar a separação.

Se você tem passado dificuldades em seu casamento: ore, perdoe, ceda, tenha atitudes sábias dentro de casa, busque a ajuda de pessoas esclarecidas no assunto, etc. Tenha certeza que Deus lhe honrará por esta decisão sublime de honrar os votos feitos no altar e os seus filhos futuramente lhe agradecerão por isso!

 

Por esta causa deixará o homem pai e mãe e se unirá a sua mulher, tornando- se os dois uma só carne? De modo que já não são mais dois, porém, uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem. (Mateus 19:5-6