12 de setembro - Namoro ou amizade especial?

September 12, 2017

Vemos hoje em dia uma moçada decepcionada com o relacionamento a dois. Muitos deles tiveram um namoro fracassado  e acabaram se frustrando.

Os moldes do namoro acabam propiciando esta realidade. O relacionamento é baseado em uma curtição momentânea, como se dissessem um para o outro:  "Gostei de você e quero ficar perto de você agora. Mas, não sei onde esta união vai dar".  Daí, quando um dos parceiros faz a expectativa de um relacionamento mais sério e o outro não, vem a desilusão.

Na Bíblia não existe a palavra namoro. Quando um casal demonstrava interesse em se relacionar era sempre pensando em um compromisso mais sério, associado ao casamento. Portanto, para se aproximar do modelo bíblico, muitas igrejas cristãs têm orientado os casais a substituírem a ideia do namoro pela amizade especial. E o que vem a ser este relacionamento?

A amizade especial é um compromisso antes do noivado, que tem  alguns dos pré-requisitos abaixo. O casal deve:

1.  Professar a mesma fé. (II Co.6:14)

2.  Antes de começarem a se relacionar, terem um tempo de oração para buscarem a vontade de Deus e verem se sentem paz para ficarem juntos. (Cl.3:15)

3.  Estarem cientes desde o início do relacionamento sobre a  possibilidade do casamento. (Não significa que quem começa uma amizade especial necessariamente irá se casar, mas este aspecto é considerado).

 

 

Obs: Como pais e trabalhando com famílias há mais de 20 anos, não aconselhamos um adolescente começar a ter amizade especial antes dos 18 anos. Fora a falta de maturidade adequada para lidar com um relacionamento amoroso, se o adolescente cristão for se relacionar adequadamente de maneira séria, como terá condições para o casamento, se nesta idade ainda está na escola e não tem a renda necessária para sustentar uma família?

 

Ao seguir estes passos, o casal não esta tomando uma porção mágica de sucesso para a vida sentimental, mas com certeza irá ter uma chance muito maior de agradar a Deus, de se proteger de relacionamentos enganosos e de acertar em sua escolha.

Ser prudente e dependente de Deus nunca é demais, a quem diga na vida amorosa!

 

 

Quem é prudente age com bom senso, mas o insensato denuncia a própria ignorância. (Provérbios 13:16)

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo