20 de outubro - Paternidade restaurada

October 20, 2018

 

 

 

 

Normalmente, quando uma criança tem problemas de relacionamento com a figura paterna, acaba levando esta marca para o seu relacionamento com Deus. Isto é explicado, porque o nosso cérebro tem um mecanismo natural de transferência. E em nossos relacionamentos, somos tendenciosos a nos reportar ao que já vivenciamos antes. Portanto, se chamamos Deus de Pai, o que mais se assemelha a esta figura em nossa mente, é o nosso pai da terra ou a pessoa que exerceu o papel de paternidade em nossa vida.

Eu particularmente, levei alguns anos para conseguir sentir plenamente o amor de Deus por mim. Pelos problemas que tive na infância com meu pai, Deus por muitas vezes me parecia distante e frio. Para os que tiveram um pai violento, é como se Deus fosse sempre intolerante. Para os que tiveram um pai irresponsável com as suas obrigações, é como se Deus não pudesse cuidar deles, e por aí vai.

 

Como foi o seu relacionamento com o seu pai? Você sentia amor ou ódio? Atenção ou indiferença? Provisão ou carência? Será que você sente que o seu relacionamento com Deus está sempre aquém do que você gostaria?

Se isso tem acontecido, hoje rejeite toda percepção errada em sua mente sobre Deus. Ele é diferente de qualquer figura humana que possa ter te rejeitado ou machucado. Jesus em sua missão de nos revelar o amor de Deus, nos ensinou a maravilhosa oração de Mateus 6, em que podemos chamá-lo de Nosso Pai.  Portanto, você não precisa mais se sentir longe deste amor! Ore e peça ao Espírito Santo para que lhe ajude a ver Deus como Ele realmente é e seja livre para ser amado e profundamente feliz!

 

 

Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;... ( Mateus 6:9, grifo do autor)

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo