18 de janeiro -  De que lado você está?

January 18, 2019

 

 

Lembro-me de na minha infância, presenciar a cena de uma amiga próxima, ser acusada injustamente. Certa senhora sobressaltada chegou em sua casa e falou para o seu pai que ela havia feito barbaridades na escola. O pai, ao ouvir as acusações, a corrigiu asperamente diante da mulher e nem quiz ouvir o seu lado da história. Este fato a fez sentir-se insegura e desprotegida por muito tempo.

Quantas pessoas agem da mesma maneira diante de uma acusação contra o seu familiar. Tiram conclusões precipitadas e ferem o coração do cônjuge ou dos seus filhos, sem razão de ser.

 

Poderá haver situações de conflito entre um conhecido e alguém da sua família e nesta hora, você ficará do lado de quem? Do seu amigo ou do seu filho? Do membro da igreja ou do seu cônjuge?

No caso do nosso familiar ter errado comprovadamente, claro que o erro deverá ser tratado. Porém o caminho mais sábio, é sermos uma ponte de apoio e restauração para ele, e não de acusação.

 

Ouça o seu familiar antes de julgá-lo. Em caso de falha, ajude-o a se levantar assim como Jesus fez com a mulher acusada de adultério. Já existem muitas pessoas para condenarem e atirarem pedras. Seja um agente de apoio e segurança em sua casa!

 

 

“Quem de vocês não tiver pecado seja o primeiro a atirar a pedra”... Ouvindo isso, eles começaram a deixar o local, um após o outro, a começar pelos mais velhos... Jesus levantou- se e perguntou: “Mulher, onde eles estão? Ninguém condenou você?” “Ninguém, Senhor”, foi a resposta. “Nem eu”, disse Jesus. “Siga seu caminho. Mas, de agora em diante, não volte a pecar”

(João 8:8-1, Bíblia A Mensagem).

Share on Facebook
Share on Twitter