21 de novembro - Restabeleça a comunhão

November 21, 2019

Restabeleça a comunhão

 

 

Admito que eu tinha uma grande dificuldade em pedir perdão. Muitas vezes quando via que o meu marido havia ficado ofendido comigo, simplesmente me calava e sempre tinha uma boa desculpa para ter agido agido daquela maneira. Em nossos primeiros anos de casados, esta foi a causa de alguns desentendimentos; Inconscientemente eu minimizava os meus erros e era fácil me sentir como vítima.

Um dia após discutirmos, ele se queixou de como ficava triste quando eu frequentemente justificava os meus erros e permanecia emburrada, sem expressar qualquer arrependimento. Percebi naquele momento como eu estava sendo orgulhosa e decidi mudar. Ao "pisar na bola", passei a reconhecer as minhas falhas em alto e bom som e a pedir perdão prontamente, mesmo que me sentisse interiormente desconfortável. Após isto, nosso relacionamento cresceu ainda mais.

Será inevitável cometermos erros em nossa convivência familiar e um dos segredo para a restauração é sermos humildes e falarmos para quem magoamos: "Me perdoa pelo que fiz. Estou arrependido e procurarei não agir mais desta maneira."

Algumas pessoas ficam embaraçadas ao pedir perdão ou até mesmo não aprenderam a praticá-lo. Então, quando estão arrependidas, tentam se reaproximar de mansinho ou convidam o outro para sair ou dão algum presente. Se este é o comportamento de algum membro da sua família, em vez de dizer palavras como: "Você é muito cara de pau! Erra e agora me vem com este presentinho!". Aceite o agrado e em uma ocasião oportuna diga: "Obrigada pelo presente meu amor e eu te perdoo em nome de Jesus, pela atitude que você teve comigo hoje mais cedo".

Seu coração misericordioso, certamente ajudará esta pessoa a crescer na área do perdão.

 

No que depender de você restabeleça sempre a comunhão dentro da sua casa. A sua atitude humilde refletirá amor e contagiará a sua família a fazer o mesmo!

 

 

O amor não é esnobe; Não tem a mente soberba; Não se impõe sobre os outros; Não age na base do “eu primeiro”.

(I Coríntios 13:4-5, Bíblia A Mensagem)